Skip to main content

Call to Action for 20 January 2018

Enfrenta connosco as indústrias agrícolas!

Vamos juntos manifestar-nos por uma agricultura ecológica, não industrializada, por comida saudável, por pecuária adequada às espécies, por direitos globais para os lavradores e  um comércio global justo!

Mais quatro anos desperdiçados na politica agrícola? Não nos podemos dar a esse luxo. Mais urgentemente do que nunca precisamos de uma agircultura ecológica e não industrializada e de comida saudável para todos! Mas quem quer mudar qualquer coisa, confronta o poderoso lobby agrário. Fim a isto: A política tem de começar a seguir os interesses das pessoas em vez de ajudar as grandes empresas a ganhar mais poder. Por isso nós – um movimento ruidoso e cheio de força – temos de enfrentar as empresas e responsabilizar os políticos.

 

Estamos fartos da realidade fatal da agricultura industrial – e sabemos como fazer melhor:

    • Empresas como Bayer e Monsanto juntam-se para fundir empresas ainda maiores que querem deter o poder sobre a nossa comida – do campo até aos nossos pratos – e que ganham bilhões com os nossos alimentos. As consequências: escândalos alimentares, glifosato e resitências contra antibióticos, perda da biodiversidade e água potável poluída, engenharia genética e patentes sobre animais e plantas. Mas nós queremos comida saudável produzida por agricultores e agricultoras! Por uma política que apoia alimentos regonais e sustentáveis em vez de produtos industriais em massa!
      • Em estábulos gigantes e matadouros, onde os direitos do trabalho frequentemente são espezinhados, a indústria da carne quer aumentar ao máximo os lucros. Mas porcos, galinhas e vacas precisam de palha, espaço para se movimentarem e pastagens. O  crescimento continuo e a intensificação no setor agropecuário destroem a agricultura individual. Desde 2005 um terço das quintas deixou de produzir na Alemanha! Fim às subvenções à agricultura industrial! O governo da Alemanha tem de financiar a remodelação para uma pecuária adequada às espécies!
      • Estratégias agressivas de exportação e uma política agrícola que falhou estão a dar cabo de lavradoes e lavradoras em todo o mundo. Com preços mínimos e o roubo de terras as grandes empresas tiram a subsistência aos agricultores na Europa e nos países do sul. Em vez de proteger os interesses das empresas com acordos de comércio livre, é preciso acesso a terra, água, alimentos e sementes em todo o mundo. Quintas médias e pequenas, que tratam bem os seus animais e que não prejudicam o meio ambiente e o clima, têm de viver dos seus produtos- seja onde fôr! Portanto:  Fim às exportações dumping – direitos para lavradores em todo o mundo e uma mudança da agricultura global

         

      Comida é política

      Milhões de lavradores e lavradoras e trabalhadores dos serviços alimentares em todo o mundo trabalham diáriamente pela mudança na agricultura e na alimentação. Cada vez mais pessoas precebem que comida é política e compram comida regional, ecológica e sazonal, directamente dos agricultores. Isto mostra-nos: Agricultura sustentável e comida boa é possivel para todos.

       

      Vamos dar o alarme pela mudança global na agricultura e na alimentação

      No dia 20 de Janeiro, no começo da maior feira agrícola do mundo a “Grüne Woche” (semana verde), os ministros da agricultura de todo o mundo encontram-se em Berlim. Por ser o anfitrião da feira, o governo alemão está no centro das atenções de todo o mundo. O momento perfeito para nós! Enquanto lá dentro os políticos conversam sobre a nóssa agricultura, nós fazemos pressão cá fora para a mudança global da agricultura e da alimentação e por um comércio justo.

      As nossas propostas estão sobre a mesa. Antes: O próximo governo só vai fazer qualquer coisa, se o nosso protesto se fizer ouvir. Por isso: Traz a tua panela e faz barulho connosco por uma agricultura boa e comida saudável – em Berlim e em todo o mundo!

       

      Manifestação: 20 de Janeiro, 11 horas, Estação central de combóios de Berlim (Berlin Hauptbahnhof)

      Parar o encerramento de quintas em todo o mundo +++ comida saudável, sem engenharia genética, para todos +++ direitos para os lavradores em todo o mundo +++ um futuro no campo e nas cidades +++ uma Europa solidária – os refugiados são bem vindos +++ pecuária adequada às espécies e menos consumo de carne +++ soberania alimentar e um comércio justo +++ uma agricultura favorável às abelhas, que proteja o meio ambiente e o clima +++ uma reforma da política agrícola da UE social e adequada aos pequenos e médios agricultores +++ gente nova na agricultura +++ contra a expulsão de agricultores das suas terras em todo o mundo!

      Estamos fartos da indústria agrícola! – somos lavradores e lavradoras, da agricultura convencional e biológica e da criação de animais. Somos consumidores, apicultores, trabalhadores dos serviços alimentares, protetores de animais e do ambiente, pessoas activas na ajuda ao desenvolvimento, jovens comprometidos, pessoas do campo e da cidade e muitos mais. Desde 2011 vamos para as ruas para lutar por uma agricultura boa e comida saudável!